Autismo e pensamento concreto

Descrição de imagem: Batman pensativo com a mão no queixo. Em cima, a frase “entendeu?”, e, embaixo, a frase “ou quer que eu desenhe?”

Não é de agora que se sabe que o pensamento das pessoas com autismo é muito mais concreto do que o da maioria das pessoas. Exatamente por isso que temos dificuldades com figuras de linguagem, como metáforas. Bem, não é sobre isso que vim falar hoje. O pensamento literal em si fica para outra matéria. Hoje, vim falar sobre o pensamento concreto no autismo. Por que temos tanta dificuldades para entender conceitos abstratos? Por que, às vezes, realmente precisamos que a pessoa desenhe?

Sempre que alguém me pergunta “entendeu ou quer que eu desenhe?”, me dá aquela vontade de responder “sim! Desenha, por favor!”. É que recursos visuais são excelentes aliados para o aprendizado de pessoas autistas. Pessoalmente, tenho muita dificuldade de compreender comandos muito longos e sem indicação visual. Quer um exemplo? Pois bem. Quando alguém me indica um caminho que eu tenho que seguir, eu preciso que me dê informações concretas, como “quando chegar à esquina e vir uma oficina azul chamada X, vire à direita”. Nada de “ande três quarteirões, depois vire à direita, depois vire à esquerda, depois entra na rua tal…” Isso não funciona comigo e só me deixa frustrada e confusa.

Teve uma vez que eu precisei ir ao oftalmologista sozinha pela primeira vez. Meu pai tentou várias vezes me explicar como chegar lá. Eu só consegui me sentir segura depois de desenhar um mapa com as instruções que ele me passou. Fui andando na rua com meu caderninho na mão e olhando para o meu desenho, como se fosse um GPS. No mapa, eu pus os nomes das ruas, pontos de referência e as direções que deveria seguir. Foi muito mais fácil, e acabei não me perdendo e chegando ao destino com facilidade. Sem estresse como tem de ser.

Saber sobre essa forma autista de pensar pode ser um grande aliado de pais e professores que convivem com o autismo. Dessa forma, é sempre bom ter em mente que imagens são essenciais para o entendimento de atividades, comandos e conceitos. Não encha a criança de comandos. Um passo de cada vez, sempre mostrando o que é para ser feito, o que se quis dizer com aquela frase que foi dita.

Um outro exemplo que posso dar é a minha experiência na faculdade. Como podem ver no quadro “quem sou eu”, à direita, eu faço faculdade de Letras. Lá eu tenho muitas matérias diferentes, desde poesia até teoria linguística. Por que será que me dou muito melhor lendo textos teóricos do que poemas? A pergunta foi retórica. A resposta nós já sabemos: porque meu pensamento é muito concreto, ora! É muito mais fácil para mim entender o que eu leio quando o autor conta diretamente o que ele pensa do que quando ele se utiliza de formas abstratas de expressão. E é engraçado, pois, para que eu entenda um poema, eu preciso recorrer a um artigo, que é mais concreto, no qual é explicado o que o autor do poema quis dizer. É assim que eu sobrevivo às aulas de poesia.

Acho que por enquanto é só. Não estou conseguindo pensar em mais coisas para falar sobre isso. Isso não significa que não tenho mais exemplos, apenas que não lembro neste momento. Esse assunto certamente ainda não foi esgotado e pode resultar em uma segunda parte posteriormente. Obrigada por ler minha matéria! Fico muito feliz! Não esqueça de curtir a minha página no Facebook: A Menina Neurodiversa. Até mais!

Um comentário sobre “Autismo e pensamento concreto

  1. Jéssica 25 de novembro de 2020 / 13:15

    Exemplos perfeitos, estou fazendo terapia e acredito que tenho autismo. Na verdade minha psicóloga me falou que tenho uma tipo de pensamento mais voltado ao pensamento concreto. E, como sempre, o Doutor Google.. nos mostra uma caminho (kkk), e tenho encontrado uma relação intima entre o pensamento concreto e o autismo.
    Muito bom ler seu texto

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s